select title, menu, icon, summary, tabled from content_urls where tabled = 'blog' limit 1
 

Economia das mãos

Postado em: 29/07/2019

Economia das mãos

Muitos profissionais com formação em diferentes áreas e experiências tem encontrado novos caminhos para fazer acontecer, e os principais trabalhos são os manuais.

Tenho acompanhado o setor de serviços há algum tempo, bem como as pessoas que trabalham e também empreendem pelos serviços. Há uma movimentação que chama atenção: muitos profissionais - com formação em diferentes níveis e áreas, do ensino fundamental ao doutorado, e com experiência em organizações de diferentes setores e portes - têm encontrado novos caminhos no fazer essencialmente manual. Dentre os motivos:
 
Recomeçar uma nova jornada depois do desemprego, seguido de incansáveis buscas por recolocação profissional;
Complementar a renda quando a remuneração nos novos empregos conquistados é insuficiente frente aos custos de vida;
Fazer transição de carreira, a começar por fazer o que se gosta, mesmo que se pareça distante das áreas de formação;
Amenizar os impactos de ambientes e relações de trabalho a partir de atividades que diminuem os níveis de estresse. 
Nas quatro situações as MÃOS consistem num dos principais mecanismos de reconstrução de si. Destaque-se, que é um dos primeiros MOVIMENTOS do ser no mundo. Muitas pessoas, estão se redescobrindo nesse exercício bonito e digno, mas também desafiador.
 
Nós podemos olhar para essa essa realidade com a dureza que as condições econômicas, sociais e políticas se manifestam para os brasileiros. Mas também está nas mãos de cada um, fazer diferente, enfrentar os desafios com relações mais colaborativas, buscando apoios mútuos, reconhecendo e valorizando as diferenças de maneira a conquistar cada vez mais novos espaços de trabalho que também permitam a construção da autonomia.
 
A plataforma Nobis, é uma empresa que está atenta aos movimentos das pessoas a partir da atuação em serviços.