falecom@nobisapp.com.br
54.000.000.000 de horas

54.000.000.000 de horas

Isso mesmo. 54 bilhões de horas, correspondem ao tempo de deslocamento da população brasileira, economicamente ativa, de casa para o trabalho, durante apenas 20 dias úteis. Considere o tempo médio de 45 minutos por deslocamento. Nessa média, um indivíduo consome 360 horas por ano, só em deslocamentos de casa para o trabalho, e do trabalho para casa. O tempo tem tanto valor, que as pessoas tentam "comprar tempo".[No alt text provided for this image]Mas não se trata apenas do tempo. Some o fato de que, só em São Paulo, os carros representam 76% das emissões de gás carbônico para a atmosfera. Então, quando falamos de mobilidade urbana precisamos pensar de forma inteligente, integrando na equação: pessoas, tempo, economia, informações, tecnologia, cidade, clima, planeta dentre outros. Quanto mais elementos, mais inteligentes serão as soluções.

Atente para o caso da Nobis, uma startup de Impacto Sustentável:

A Nobis trabalha com o conceito de não mobilidade como busca de soluções ao problema dos deslocamentos. Como esse conceito se operacionaliza no modelo de negócios? Em síntese, trata-se de uma plataforma de conectividade, acessível e inclusiva, em serviços de A a Z. Dentre as ações destacamos para essa temática: a) facilitar as soluções em serviços; b) promover a geração de renda e inclusão socioeconômica; c) desenvolver economias locais; d) reduzir as distâncias percorridas no setor de serviço; e) e, como consequência, quanto mais densa a plataforma estiver (com clientes, prestadores de serviços e transações em serviços) menores serão as distâncias percorridas, porque as transações acontecem entre pessoas geograficamente próximas. Daí a "não mobilidade". Exemplo: quando um condomínio residencial apresenta densidade elevada na plataforma, as transações, em dezenas de serviços acontecem entre as pessoas que estão dentro dos portões do condomínio. Isso é "não mobilidade"!

Destaque todos os benefícios para as pessoas, com a redução dos custos com mobilidade, ganho de tempo, segurança; para as cidades com o desenvolvimento local, e para o planeta, com a redução de emissão de poluentes, visto que os carros representam 72% da emissão de gás carbônico na atmosfera. Os benefícios também afetam governos responsáveis, empresas sustentáveis, bem como investidores a partir do capital expandido.

Mais do que qualidade de vida individual, precisamos pensar na qualidade de vida das cidades e na vida no planeta. Quando as empresas decidem fazer sustentabilidade, o propósito deve ser expandido, e os impactos: sociais, econômicos e ambientais devem ser escaláveis, nas proporções dos resultados dos negócios. Mais do que ter "pegada sustentável" é preciso ser sustentável. As temperaturas da atmosfera, são impactadas pela atividade humana, logo, governos, empresas, sociedades e pessoas precisam realizar as mudanças de maneira consciente, profunda e articulada.

ENVIE-NOS UMA MENSAGEM


A Nobis busca integrar prestadores de serviços e clientes potenciais. Se você gostaria de esclarecer alguma dúvida ou enviar uma sugestão, preencha o formulário e envie sua mensagem.
Será um prazer atendê-lo.